no faro da notícia

Pressão da demanda por alimentos e bebidas requer perdas zero e alta produtividade

Com tecnologia de ponta,  indústrias podem reduzir desperdício no envase e ampliar controle do produto em cada embalagem

Helena Carnieri

Smartcom

GEMU

26 de outubro de 2021 - 14:21

O setor de alimentos e bebidas absorveu a alta de demanda vinda do maior consumo doméstico dos brasileiros na pandemia e revisa suas previsões de crescimento, que foi de 13% em 2020. Estamos falando da maior cadeia industrial brasileira, que representa 10,6% do PIB nacional e gera 1,68 milhão de empregos. Mas, para que as expectativas de crescimento futuro se confirmem, os fabricantes de bebidas e pastosos lutam contra um grave problema: as perdas no envase.

Com equipamentos de ponta, é possível controlar gota a gota e zerar o desperdício. É o caso do novo conceito da GEMÜ Válvulas e Sistemas de Medição e Controle PD (Plug & Diaphragm), que traz maior acuracidade e precisão para o processo de envase.

“O conceito de plug, ou ‘ligar na tomada’, tem maior repetibilidade e traz melhor desempenho. Com a válvula F40 ou F60 da tecnologia Plug & Diaphragm, o envasador consegue ter um sistema mais controlado e confiável. O resultado é um envase mais preciso (sempre a mesma quantidade de líquido ao encher uma garrafa), ou seja, menos quantidade de bebida ou de embalagens são desperdiçadas ou descartadas”, explica o gerente geral da área farmacêutica, de alimentos e bebidas e biotecnologia da GEMÜ, Has Paul Mösl.

Se pensarmos em um equipamento tradicional, com válvula do modelo diafragma, o desvio no envase poderia ser de até 10 ml (a diferença entre quanto foi programado e quanto foi efetivamente envasado). Com a Plug & Diaphragm, o máximo desvio é de 2 ml.

“Além disso, essa tecnologia dura muito mais, realizando mais ciclos que qualquer outro concorrente, e permite o menor tempo de parada de máquinas para manutenção. É no momento de falha das válvulas que ocorrem as maiores perdas por vazamento, além do desperdício do intervalo com maior tempo de reparo. A válvula F40, com tecnologia inédita Plug & Diaphragm, tem a substituição feita com uma simples troca do conjunto em cartucho do atuador e plug, sem o uso de ferramentas especiais”, conta Mösl.

GEMÜ no mundo

Com mais de 2 mil colaboradores ao redor do planeta, a GEMÜ tem no Brasil uma equipe de 100 funcionários, divididos entre São José dos Pinhais e São Paulo, onde mantém escritório.

A sede da multinacional fica em Ingelfingen-Criesbach, e seu Centro de Desenvolvimento e Pesquisas, em Niedernhall-Waldzimmern. O grupo conta com um moderno Centro de Produção e Logística em Kupferzell, e um Centro de Tecnologia de Superfícies (OTZ) em Hohenlohe, região industrial situada na região de Baden-Württemberg (sudoeste da Alemanha).

A essas três unidades somam-se ainda fábricas na Suíça, França, Estados Unidos, Brasil e China, bem como 27 filiais próprias espalhadas pelo mundo, e uma grande rede de distribuidores em mais de 50 países.

Mais informações: www.gemue.com.br.

 

Sobre a GEMÜ – A filial da multinacional alemã criada por Fritz Müller na década de 1960 disponibiliza ao mercado brasileiro válvulas de extrema eficiência e qualidade. A planta situada em São José dos Pinhais (PR), que conta com 100 colaboradores e completa 40 anos em 2021, produz válvulas e acessórios para o tratamento de água e efluentes em indústrias de todas as áreas, como siderurgia, fertilizantes e setor automobilístico, bem como para integrar sistemas de geração de energia. Na área de PFB (farmacêutica, alimentícia e biotecnologia), a GEMÜ é líder mundial e vende para toda a América Latina produtos de alta precisão, com atendimento local, além de consultoria com profissionais capazes de orientar na escolha da melhor solução em válvulas para cada aplicação.

Pautas relacionadas

IFS Global Markets: conheça programa que traz credibilidade para pequenas empresas do ramo alimentício

Atestar a qualidade dos alimentos oferecidos à população sempre foi um desafio para as pequenas e médias empresas, que se tornou ainda maior durante a pandemia da Covid-19 e as mudanças provocadas pelo novo modelo de consumo, representado pelo aumento de 46,7% na quantidade de empresas de delivery, e pelas características que os alimentos precisam […]

Andrezza Hernandes Rodrigues

APCER

4 dias atrás

FNCA Advogados expande atuação para empresas operantes na Zona Franca de Manaus

O FNCA Advogados, escritório referência em advocacia empresarial, anuncia atuação para empresas operantes na Zona Franca de Manaus. O escritório busca expandir sua expertise a nível nacional, tendo em vista a importância que a região tem para a economia como um todo, mas, ainda assim, segue desprovida de determinados tipos de prestações de serviços.   […]

Ketheleen Oliveira

FNCA Advogados

1 semana atrás

Empresas de Obras de Infraestrutura devem adotar sistemas de Compliance

Cada vez mais empresas tem buscado disponibilizar regras e sistemas de atuação de compliance em suas relações internas e externas com o objetivo de incentivar a denúncia de irregularidades na atuação de seus profissionais, alta direção e parceiros de negócio, seja nas relações privadas ou com a Administração Pública. Levantamento realizado pela Deloitte e a […]

Ana Flavya Martins Rigolon Hiar

Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac)

2 semanas atrás

  • Todos
  • Economia
  • Justiça
  • Outros
  • Política

Resultado Total: 0

Digite o assunto para exibirmos as pautas relacionadas