no faro da notícia

Clientes da Buser agora podem viajar usando seu nome social

Empresa investe em treinamento aos motoristas parceiros e lançou em 2020 seu modelo de plotagem inspirado na bandeira da comunidade LGBTQIA+

Lauro Rocha

F7 Comunicação

Buser

10 de março de 2021 - 17:49

A Buser reuniu seu time de tecnologia e inovou mais uma vez. Para melhorar a experiência de viagem de integrantes da comunidade LGBTQIA+, a startup criou dentro do seu aplicativo um campo onde a pessoa que não se identifica com o nome de nascimento utilize o seu nome social. O processo é simples, bastando aos viajantes escolher a sua viagem e ao chegar na tela de cadastro informar o nome social e o nome do documento. Após o preenchimento de ambos, o sistema utiliza o nome social nas listas de identificação, atendimento do suporte e nome chamado pelo motorista.

O objetivo da medida é evitar constrangimentos e embaraços desnecessários que podem ser gerados aos passageiros, caso haja incompatibilidade entre a imagem corporal representada pelo gênero que o indivíduo se identifica e o nome registrado em seus documentos. A Buser ressalta a importância do uso do nome nas relações sociais, pois, junto com a aparência, é a primeira coisa que apresenta e identifica as pessoas.

Segundo a plataforma, a quantidade de viajantes que não se identificam com o seu nome de nascimento está crescendo, conforme a empresa vem ampliando as suas rotas. Assim surgiu o projeto de disponibilizar o preenchimento do nome social, o que impactou em mudanças dentro de todo o sistema da empresa para que o projeto acontecesse.

A proposta da startup é se tornar cada vez mais diversa, atendendo todos os seus passageiros com respeito e da melhor maneira possível, independente da sua definição de gênero, nome, cor, raça, ou quaisquer outras diferenciações. Por isso, a empresa investe em treinamento aos motoristas parceiros e lançou em 2020 seu modelo de plotagem inspirado na bandeira da comunidade LGBTQIA+. Hoje existem 3 ônibus adesivados nesse padrão, rodando pelas principais regiões do país.

Pautas relacionadas

IFS Global Markets: conheça programa que traz credibilidade para pequenas empresas do ramo alimentício

Atestar a qualidade dos alimentos oferecidos à população sempre foi um desafio para as pequenas e médias empresas, que se tornou ainda maior durante a pandemia da Covid-19 e as mudanças provocadas pelo novo modelo de consumo, representado pelo aumento de 46,7% na quantidade de empresas de delivery, e pelas características que os alimentos precisam […]

Andrezza Hernandes Rodrigues

APCER

4 dias atrás

FNCA Advogados expande atuação para empresas operantes na Zona Franca de Manaus

O FNCA Advogados, escritório referência em advocacia empresarial, anuncia atuação para empresas operantes na Zona Franca de Manaus. O escritório busca expandir sua expertise a nível nacional, tendo em vista a importância que a região tem para a economia como um todo, mas, ainda assim, segue desprovida de determinados tipos de prestações de serviços.   […]

Ketheleen Oliveira

FNCA Advogados

1 semana atrás

Empresas de Obras de Infraestrutura devem adotar sistemas de Compliance

Cada vez mais empresas tem buscado disponibilizar regras e sistemas de atuação de compliance em suas relações internas e externas com o objetivo de incentivar a denúncia de irregularidades na atuação de seus profissionais, alta direção e parceiros de negócio, seja nas relações privadas ou com a Administração Pública. Levantamento realizado pela Deloitte e a […]

Ana Flavya Martins Rigolon Hiar

Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac)

2 semanas atrás

  • Todos
  • Economia
  • Justiça
  • Outros
  • Política

Resultado Total: 0

Digite o assunto para exibirmos as pautas relacionadas