no faro da notícia

Buser anuncia investimentos de R$ 100 milhões em Minas Gerais após decreto do governador

"Essa é uma maneira de retribuirmos Minas Gerais, fomentando a economia e contribuindo com a geração de emprego e renda, tão necessárias ao nosso estado", afirmou o CEO da Buser, Marcelo Abritta.

Lauro Rocha

F7 Comunicação

Buser

14 de janeiro de 2021 - 17:43

A startup de tecnologia Buser vai investir cerca de R$ 100 milhões no estado de Minas Gerais neste ano. A medida vem em contrapartida a um decreto do governo do estado que, na prática, libera a circulação de ônibus fretados via aplicativos colaborativos. A Buser é conhecida no País como a Uber dos ônibus, promovendo viagens de mais de 15 mil pessoas por dia.

Na última 4a feira (13/1) o governador Romeu Zema publicou um decreto que traz mais otimismo para o setor empresarial e um cenário animador de negócios em Minas Gerais. Um reflexo natural da reforma promovida pelo governo mineiro é a captação de investimentos para o estado.

Dos cerca de R$ 100 milhões, a divisão será: R$ 15 milhões em infraestrutura de pontos de embarque e desembarque, R$ 25 milhões em financiamentos de veículos e capital de giro para os fretadores parceiros, R$ 20 milhões em itens tecnológicos de segurança, obrigatórios para a frota de parceiros Buser, R$ 20 milhões em ações de divulgação e educação dos consumidores quanto à nova alternativa de transporte e R$ 20 milhões em descontos e gratuidades para usuários testarem e se adaptarem às tecnologias oferecidas pela Buser.

A medida foi anunciada pelos fundadores da startup, os mineiros Marcelo Abritta e Marcelo Vasconcellos, após o decreto assinado, que acaba com a obrigatoriedade da realização do chamado circuito fechado para as viagens fretadas, e também da necessidade de que as listas de passageiros sejam divulgadas para os órgãos de fiscalização com muita antecedência.

“Essa é uma maneira de retribuirmos Minas Gerais, fomentando a economia e contribuindo com a geração de emprego e renda, tão necessárias ao nosso estado”, afirmou Abritta.

Vasconcellos destacou a coragem do governador em inovar e romper as barreiras estabelecidas pelas grandes empresas do setor. “O que estamos presenciando é a adequação de Minas Gerais à nova economia e ao respeito ao direito de ir e vir dos consumidores. Se mais gente apostasse no desenvolvimento dos pequenos, certamente teríamos números de desemprego muito menores no país”.

Pautas relacionadas

Artigo: Após paralisação de 97% das atividades na pandemia, setor de eventos inicia retomada

Empresários e profissionais do ramo de eventos sempre buscaram a inovação como estratégia de negócios. Nos especializamos em criar novos formatos e experiências para que os eventos sejam marcantes para nossos clientes. Mas nos últimos dias de 2019 o mundo recebeu a notícia sobre a existência do novo coronavírus, que a partir de março de […]

Rodrigo Telmo Lico

Juliana

4 dias atrás

Empresas têm até dia 30/11 para fazer pedido de complemento e ressarcimento de ICMS-ST

No dia 14 de outubro de 2021, a Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) publicou a alteração da Portaria CAT 42/2018, estabelecendo uma data limite de 30 de novembro de 2021 para que todas as empesas declarem as operações para o complemento e o ressarcimento do imposto retido por sujeição passiva por […]

Eduardo Barbosa

Grupo Certacon

4 dias atrás

Válvula single use é novidade em tecnologia na feira FCE Pharma

Depois de dois anos, a principal feira de máquinas e tecnologias para a indústria farmacêutica volta a ocorrer na São Paulo Expo. Será entre os dias 29 de novembro e 02 de dezembro, das 11h às 20h, com o seguimento de diversas medidas de segurança. Uma das tecnologias inéditas que o visitante irá conferir é […]

Helena Carnieri

GEMU

2 semanas atrás

  • Todos
  • Economia
  • Justiça
  • Outros
  • Política

Resultado Total: 0

Digite o assunto para exibirmos as pautas relacionadas