no faro da notícia

Brasileiro consome 50% mais Internet durante a pandemia

Estudo constata que população gasta em média mais com telecomunicações do que com saneamento básico.

Ana Flavya Martins Rigolon Hiar

Infographya

Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac)

23 de julho de 2021 - 15:25

Dados divulgados, no dia 13 de julho, pelo Instituto Trata Brasil, em parceria com a consultoria Ex Antes, revelam que o brasileiro gasta mensalmente, em média, R$ 117,31 em telecomunicações, enquanto o gasto com água e esgoto fica por volta de R$ 68,20. As informações foram extraídas da Pesquisa de Orçamento Familiar do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2018. Comparado com 2008, quando o consumidor gastava R$ 109,92 com o segmento tecnológico, ocorreu um crescimento de 7,6%.

“Diante deste cenário, principalmente no período de pandemia onde o uso da internet teve um aumento de 40% a 50%, de acordo com informações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o usuário deve estar atento se o aparelho que está utilizando é certificado e homologado pela autarquia, ou seja, se respeita os padrões de qualidade e segurança previstos nos regulamentos do órgão, e possuem autorização para serem comercializados no Brasil.”, explica o vice-presidente de Telecomunicações da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac), Leonardo Tozzi Pinheiro.

Ao adquirir um produto de telecomunicação, como um celular, a garantia que o aparelho cumpre os requisitos de qualidade e segurança é evidenciada no selo ou outra forma de identificação contendo o nome ou a logomarca da Anatel, seguido do número de homologação composto de 10 ou 12 dígitos. Em caso de dúvidas, o cidadão pode consultar o Sistema de Certificação e Homologação (SCH) da Agência, no site: http://sistemas.anatel.gov.br/mosaico/sch/publicView/listarProdutosHomologados.xhtm

Ao ser submetido à Anatel, os aparelhos passam por diversos testes, executados por laboratórios acreditados pela Coordenação Geral de Acreditação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e habilitados pela própria Agência.

Entre os ensaios realizados, destacam-se: os funcionais, testes que visam analisar o desempenho e a qualidade do equipamento, como, por exemplo, a verificação da potência de radiofrequência permitida e desvio máximo de frequência do transmissor; compatibilidade eletromagnética, que visa verificar se o equipamento ultrapassa os limites de emissão de perturbações eletromagnéticas, prejudicando o desempenho funcional de outros aparelhos que estão em seu ambiente, e se também é imune a elas.

Há também os ensaios de segurança elétrica, cujo propósito é verificar se o equipamento não oferece risco de choque elétrico e queimaduras ao usuário, como, por exemplo, medições de corrente de fuga e aquecimento excessivo do equipamento.

Um fabricante ou importador deseja comercializar um produto de telecomunicações no Brasil, deve seguir alguns passos: contatar um Organismo de Certificação Designado (OCD), avaliado e designado pela Anatel. Em seguida o OCD realiza a análise do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) da linha de produção do fabricante e a investigação de engenharia do produto, definindo quais são os ensaios necessários para a homologação e contatando os laboratórios acreditados pelo Inmetro ou avaliados pela Agência.

Sobre a Abrac

Fundada em 2009, a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) reúne as empresas responsáveis pela avaliação da conformidade de produtos, sistemas e laboratórios de ensaio e calibração, acreditados pelo Inmetro e designados pela Anatel, que são oferecidos aos cidadãos, trabalhando em sua inspeção e certificação com o objetivo de informar e proteger o consumidor, em particular quanto à saúde, segurança e meio ambiente; propiciar a concorrência justa; estimular a melhoria contínua da qualidade; facilitar o comércio internacional; e fortalecer o mercado interno, atuando em conjunto com os órgãos reguladores das atividades em âmbito nacional.

________________________

Assessoria de Imprensa da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac)

Assessores de Comunicação: Alexandre Lacerda, e Ana Flavya Hiar

Tel: (11) 94834-5879

E-mail: [email protected]; [email protected]

URL: https://www.abrac-ac.org.br/

Pautas relacionadas

IFS Global Markets: conheça programa que traz credibilidade para pequenas empresas do ramo alimentício

Atestar a qualidade dos alimentos oferecidos à população sempre foi um desafio para as pequenas e médias empresas, que se tornou ainda maior durante a pandemia da Covid-19 e as mudanças provocadas pelo novo modelo de consumo, representado pelo aumento de 46,7% na quantidade de empresas de delivery, e pelas características que os alimentos precisam […]

Andrezza Hernandes Rodrigues

APCER

4 dias atrás

FNCA Advogados expande atuação para empresas operantes na Zona Franca de Manaus

O FNCA Advogados, escritório referência em advocacia empresarial, anuncia atuação para empresas operantes na Zona Franca de Manaus. O escritório busca expandir sua expertise a nível nacional, tendo em vista a importância que a região tem para a economia como um todo, mas, ainda assim, segue desprovida de determinados tipos de prestações de serviços.   […]

Ketheleen Oliveira

FNCA Advogados

1 semana atrás

Empresas de Obras de Infraestrutura devem adotar sistemas de Compliance

Cada vez mais empresas tem buscado disponibilizar regras e sistemas de atuação de compliance em suas relações internas e externas com o objetivo de incentivar a denúncia de irregularidades na atuação de seus profissionais, alta direção e parceiros de negócio, seja nas relações privadas ou com a Administração Pública. Levantamento realizado pela Deloitte e a […]

Ana Flavya Martins Rigolon Hiar

Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac)

2 semanas atrás

  • Todos
  • Economia
  • Justiça
  • Outros
  • Política

Resultado Total: 0

Digite o assunto para exibirmos as pautas relacionadas